terça-feira, março 11, 2008

PROCRASTINAÇÃO

PROCRASTINAÇÃO
DESENHO DE POESIA - INSPIRADA EM CONTO DE NÍVIA MARIA VASCONCELOS
ACRÍLICO/TELA DE GAZE (50x50)cm
2006


Ao tempo e o seu desperdício

O dia amanheceu escuro... olhos soltos diante da paisagem, vazio, mansidão. Transcorrer de segundos que são horas... e a menina, dona de um olhar diverso, transmitia transtorno, desprezo, solidão. Estava lá, à janela, anterior à vida que corria em dissonância com os seus desejos. Era toda abandono... ali... abandono e desassossego. Escolhera esse lugar, fazia-se ali protegida e observadora de tudo... deixava-se. Transcorrer de minutos que são dias... e a menina, à janela, contemplando a vida da qual desejava fazer parte... diluía-se e permanecia ... querer não é suficiente... e seu olhar, enigmático e distante, transmitia um não sei o quê que ninguém percebia. Para ela, o dia sempre amanhecia escuro. Transcorrer de dias que são meses... perdição e desacordo.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home